ConcursosNotícias

Como ingressar a carreira Bombeiro Militar.

Você que deseja ingressar na carreira de Bombeiro Militar e fazer parte da instituição mais confiável pelos brasileiros desde 2009, precisa passar por processo de seleção que ocorre por meio de concurso público e tem, geralmente, cinco fases.

Você que deseja ser um Bombeiro Militar e fazer parte da instituição mais confiável pelos brasileiros desde 2009, precisa passar por processo de seleção que ocorre por meio de concurso público e tem, geralmente, cinco fases. Este artigo apresenta o passo a passo de como ingressar na carreira de Bombeiro Militar.

Esses obstinados combatentes também encaram, diariamente, as mais diversas emergências como desabamentos, resgates de vítimas em ferragens, buscas em locais inóspitos, deslizamentos, salvamentos de animais, resgates de suicidas, entre outras.

Uma rotina dessa natureza requer desses guerreiros e guerreiras muita disposição, coragem e controle emocional.

Todos os Bombeiros Militares têm um papel específico para o qual eles são perfeitamente treinados, existem muitas maneiras de servir, no ar, na terra e no mar, mas independentemente da sua área de especialização.

Você será para sempre conhecido pelo título que você ganha, Bombeiro Militar

Concurso para Ingressar na Carreira Bombeiro Militar

Na maioria dos estados existem duas formas de ingresso na carreira militar. Ingressar como Praça ou como Oficial.

Para fazer parte do Corpo de Bombeiros é necessário passar por um concurso público realizado pelos Governos Estaduais.

728x90 Super Banner - Como ingressar a carreira Bombeiro Militar.

Esse concursos são divulgados em sites oficiais,como o da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros, no Diário Oficial ou em portais de imprensa.

Para o ingresso o candidato deverá preencher os requisitos básicos que são:

  • Ser brasileiro(a) nato(a) ou naturalizado(a);
  • Ter idade entre 18 e 30 anos (na data da inclusão);
  • Ter o Ensino Médio para Praças e Ensino Superior para Oficiais;
  • Estar quite com o serviço militar;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • Não ter antecedentes criminais, policiais, sociais e morais que o contra indiquem para a função.

Fases do Concurso

De uma forma geral, o concurso para cargos em Corpos de Bombeiros é composto por 5 etapas: Prova Teórica; Exame Médico; Teste Físico; Teste Psicológico e Investigação Social.

  • Prova Teórica: as provas escritas em concursos para bombeiros costumam solicitar conhecimentos de Português, Matemática, Direitos Humanos e Cidadania, Legislação BM Estadual, Informática e Conhecimentos Gerais.
  • Exames Médicos: Tem por objetivo aferir se o candidato goza de boa saúde física para suportar os exercícios a que será submetido durante o Curso de Formação Profissional e para desempenhar as funções do cargo pretendido.
  • Teste de Aptidão Física: o TAF é composto, geralmente, por Corrida em 12 minutos (2400m), Natação de 25, 50 ou 100m (em 1 minuto), Barras Fixas e Corrida de 100m.
  • Teste Psicológico: o teste psicológico em concursos para bombeiros é simples, mas pode causar nervosismo em muitos candidatos. Normalmente, é realizada uma entrevista com o psicólogo para avaliar questões emocionais, psicossociais e motoras.
  • Investigação Social: Visa à comprovação da idoneidade moral e conduta irrepreensível do candidato e compreende: preenchimento do Formulário de Dados Biográficos pelo candidato; diligências de ambiência doméstica e social; entrevistas e pedidos de informação.

Curso de Formação de Bombeiros Militares

Existem 2 cursos para ingressar na carreira de bombeiro militar o Curso de Formação de Oficiais – CFO e o Curso de Formação de Soldados – CFSD.

Oficiais

Os Cursos de Formação de Oficiais podem ter duração de 3 ou 6 semestres. Nos cursos com duração de 1 ano e meio são de concursos nos quais os candidatos já entram como Ensino Superior, e ao final recebem o título de Especialista em Segurança Pública ou similar.

O CFO com 3 anos de duração os candidatos só precisam ter concluído o Ensino Médio para cursar. Após a conclusão do CFO o participante receberá o título de Bacharel em Segurança Pública ou similar.

A formação prepara o profissional para:

  • Comandar e coordenar as ações de segurança pública, através de ações e operações de Bombeiro Militar
  • Comandar guarnições e operações de salvamento e combate à incêndios
  • Executar ações de Defesa Civil,
  • Realizar vistorias técnicas em edificações
  • Comandar e realizar atividades de guarda vidas
  • Gerenciar recursos humanos e logísticos,
  • Participar do planejamento de ações e operações de Bombeiro Militar
  • Desenvolver estudos e pesquisas voltadas para a segurança de pessoas e bens
  • Atuar em socorro de resgate e atendimento pré-hospitalar.

Praças

O formação do soldado é feita no Curso de Formação de Soldados de Fileiras – CFSD com A duração em média de 6 meses, variando de estado para estado.

Ao término do curso o Soldado estará apto a executar serviços operacionais de Resgate, Salvamento, Salvamento Aquático e Combate a Incêndio e no auxilio das seções administrativas, bem como o desenvolvimento das seguintes competências:

  • Reconhecer os fenômenos envolvidos em incêndios;
  • Compreender os comandos para minimizar os riscos em uma operação de Bombeiro Militar;
  • Usar os princípios norteadores da administração pública no país;
  • Participar da inserção do Corpo de Bombeiros Militar no contexto da administração pública, suas atribuições e relacionamentos institucionais;
  • Reconhecer o papel do Corpo de Bombeiros Militar dentro do Sistema de Segurança Pública;
  • Identificar a legislação aplicada à organização dos serviços internos;
  • Conhecer a legislação em vigor no Corpo de Bombeiros Militar e consultá-la quando necessário.
  • Atuar na execução de atividades de Defesa Civil;
  • Executar técnicas de primeiros socorros;
  • Aplicar técnicas em Combate a Incêndios
  • Aplicar técnicas nas atividades de Salvamento.
  • Adotar técnicas de prevenção dos acidentes e incêndio;
  • Executar de maneira segura as técnicas aprendidas nos mais variados cenários operacionais.

Especializações na Carreira de Bombeiro Militar

Combate a Incêndio

Foi a primeira área de atuação desenvolvida pelos corpos de bombeiros, e é tratada como uma das de maior risco, pois carece de vestimentas específicas (EPI – Equipamento de Proteção Individual), suprimento de ar respirável (EPR – Equipamento de Proteção Respiratória), técnicas de combate, táticas de extinção de chamas, viaturas, suprimento de água e trabalho em equipe.

Atualmente, esta o Combate a Incêndio se divide em:

  • Urbano (ou Estrutural): residências, comércios e edificações;
  • Florestal: matas, florestas e áreas verdes em geral;
  • Especial: aeroportos, portos e locais de permanência e circulação restrita.

Busca e Salvamento

É a área de atuação com atendimento mais diversificado, em virtude de ocorrer situações emergenciais com pessoas, animais, meio ambiente e bens materiais.

Os bombeiros que trabalham nesta área de atuação buscam especializações direcionadas, uma vertente que existem diversas frentes operacionais. São elas:

  • Terrestre: são aquelas atividades que os bombeiros realizam em ambiente terrestre, como resgate veicular, busca terrestre, captura de animais, espaço confinado, e, busca e resgate em estruturas colapsadas;
  • Aquático: são atividades desenvolvidas na superfície da água, como o salvamento de afogados, por profissionais denominados guarda-vidas;
  • Altura: atividades de grande risco que são desenvolvidas em locais com diferença de altitude, tanto em pontos elevados (prédios, torres, morros)como locais profundos (valas, abismos, crateras); e
  • Mergulho: atividade que exige grande treinamento, disciplina e seriedade, uma vez que é executada em meio aquático profundo.

Atendimento Pré-Hospitalar

É uma intervenção com os devidos procedimentos de socorro em ambiente extra-hospitalar.

O serviço é popularmente conhecido com “Resgate” e suas ações são padronizadas por manuais e procedimentos que possuem certificações internacionais.

APH, como é chamado pelos socorristas, presta atendimentos a situações emergenciais que envolvam traumas e emergências.

Vistoria Técnicas

A quarta área de atuação é a mais recente atividade desenvolvida pelos corpos de bombeiros brasileiros, e, está relacionada a análise de projetos, vistorias e certificações de edificações comerciais, concentração de público e multifamiliares.

Extra: Emenda 101 para Acumulação de Cargo

Existem diversos benefícios ao ingressar na carreira bombeiro militar como salvar vidas, trabalho em equipe, trabalho em equipes.

Recentemente o Senado aprovou a proposta de emenda à Constituição que permite a militares a acumulação do cargo com as funções de professor ou profissional da saúde.

A mudança vale para integrantes das polícias e dos corpos de bombeiros militares dos estados e do Distrito Federal. A PEC 141/2015, de autoria do ex-deputado Alberto Fraga, já pode ser promulgada.

A regra constitucional é a impossibilidade de se acumular cargos públicos, todavia o art. 37, XVI, da Constituição Federal prevê a possibilidade de se acumular cargos públicos, desde que haja compatibilidade de horários e seja:

  • dois cargos de professor;
  • um cargo de professor com outro técnico ou científico;
  • dois cargos ou empregos privativos de profissionais de saúde, com profissões regulamentadas.

Tags
Mostrar Mais

Abner Oliveira

Cabo do CBMCE e Mestre em Ciências da Computação

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios